agosto 8, 2018

Vulcanizações

Atualmente, a Renop Pneus dispõe da aplicação do processo de vulcanização aos pneus para um melhor desempenho de seus clientes.


Sobre a vulcanização, esse é um processo criado em 1839, pelo inventor norte-americano Charles Goodyear. Consiste basicamente na aplicação de calor e pressão a uma composição de borracha, com o objetivo de dar forma e propriedades ao produto final.

Em termos químicos, a vulcanização é a modificação da borracha, obtida através da combinação com enxofre, para gerar maior resistência à altas temperaturas, além de elasticidade e força

Como é realizado?

O primeiro passo é determinar se será possível reparar o estrago, pois dependendo do local ou do tamanho do rasgo, pode não ter conserto.

Quando diagnosticado como um dano que permite o reparo, primeiramente é feita uma raspagem com lixa, na parte interna do pneu, no local onde se encontra a deformação. Na sequência, é aplicado cola e laminado (um reforço feito de borracha para acrescentar segurança ao pneu). Por fim, também é adicionado vulcanite, outra substância utilizada para dar mais segurança ao processo.

Então, o pneu é colocado na vulcanizadora, onde fica por cerca de três horas. A primeira esquentando, e as outras duas para esfriar, antes de tirar a máquina.

No processo de vulcanização, é realizada a união de vários pontos através de ligações cruzadas dos mesmos através de calor e pressão. Se a exposição ao calor for excessivo, pode ocorrer o efeito contrário, com a diminuição das propriedades alcançadas pela borracha.

× Whatsapp